Câmara Municipal de Tatuí

VEREADORES COMENTAM ELEIÇÕES MUNICIPAIS NA TRIBUNA

CAMARA 1

Na terça-feira, dia 4, somente um requerimento foi apresentado na pauta da sessão da Câmara Municipal de Tatuí, de autoria do vereador Oswaldo Laranjeira Filho (PT). O parlamentar pede ao Executivo para estudar a possibilidade de instalar uma lombada na Rua Roque Bueno de Miranda, no Bairro São Conrado. A reunião durou pouco mais de uma hora e foi conduzida pela vice-presidente da Câmara, vereadora Rosana Nochele Pontes Pereira (PP).
Diversos parlamentares utilizaram a tribuna para tecer comentários sobre as eleições municipais e agradecer a votação recebida nas urnas. O vereador Job dos Passos Miguel (PTB) chegou a se emocionar durante seu pronunciamento. Job não se candidatou à reeleição, mas disse que irá "passar o bastão" para seu filho, João Éder Miguel, eleito pelo Partido Verde (PV) para a próxima legislatura da Câmara Municipal.

HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

dia mulherNa terça-feira, dia 8, no início da sessão da Câmara Municipal de Tatuí, ocorreu uma homenagem ao "Dia Internacional da Mulher". O chefe do cerimonial, Luís Carlos Camargo, leu um texto sobre a importância e o papel das mulheres na sociedade. Em seguida, o presidente do Poder Legislativo, vereador Wladmir Faustino Saporito, entregou um buquê de flores à vereadora Rosana Nochele Pontes Pereira, única representante do sexo feminino a ocupar cadeira na Câmara na atual legislatura. Rosana agradeceu pela homenagem na tribuna e a dedicou a todas as mulheres tatuianas.

AUDIÊNCIA DEBATE LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS

audiencia2017Nesta quarta-feira, dia 15 de junho, às 19 horas, a Câmara Municipal de Tatuí realiza audiência pública em seu Plenário, na Avenida Cônego João Clímaco (Mangueiras), nº 226, nos termos do artigo 48, parágrafo único, inciso I, da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), para discutir a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do município de Tatuí, para o exercício de 2017. Podem participar da audiência pública entidades da sociedade civil e membros da comunidade. A LDO dimensiona as ações e metas fiscais e financeiras do próximo exercício. É peça fundamental para a elaboração do orçamento do ano vindouro e aponta as diretrizes a serem seguidas, para que sempre exista obediência aos princípios da transparência e equilíbrio financeiro, e se conheça ainda o modelo que a gestão municipal pretende adotar nos gastos e investimentos. Nesta fase de apreciação e discussão, o projeto poderá receber emendas dos vereadores. Depois voltará ao Plenário, onde deverá ser discutido e votado em dois turnos distintos pela edilidade, antes do recesso legislativo de julho.